• A carne de coelho como fonte de proteínas
    Data: 16 de Fevereiro de 2016



    << Arquivo

    A carne de coelho como fonte de proteínas

    As proteínas da carne de coelho são ideais para ajudar ao melhor desenvolvimento da massa muscular e à manutenção óssea. Além disso, a ingestão de vitamina B12 contribui para o metabolismo energético normal e ajuda a reduzir o cansaço e a fadiga.

    O desporto e a actividade física aumentam a necessidade de energia e de alguns nutrientes, que devem ser fornecidas através da alimentação. A carne de coelho ajuda a satisfazer estas necessidades. A inclusão da carne de coelho é aconselhada em dietas de atletas de alto rendimento, devido à sua elevada qualidade nutricional, ao seu elevado aporte de proteínas e de vitamina B12, ao seu conteúdo em gordura, e ao seu bom perfil lipídico. De facto, enquanto para o público em geral são aconselhados a ingestão de 0,8 g / kg / dia de proteína, aos atletas é recomendado 1,4 – 2 g / kg / dia.

    Além disso, os atletas precisam de moderar a ingestão de gordura, através de uma contribuição máxima desta de 30% da energia total necessária. Na carne de coelho, a gordura e a sua qualidade são excelentes. Na carne de coelho, o teor de gordura é de apenas 5% e é acompanhada por uma elevada qualidade de ácidos gordos.

    Uma dieta equilibrada que inclua carne de coelho irá contribuir para o fornecimento dos minerais essenciais para a actividade física, tais como o selénio, que protege as células dos danos oxidativos produzido pelo exercício intenso, o fósforo, que contribui para o bom estado ósseo e o potássio, que ajuda ao funcionamento normal dos músculos.

    Manter uma dieta variada e equilibrada, tendo em conta os requisitos individuais de cada um, é fundamental. As carnes magras, como a carne de coelho, são adequadas para todos aquelas pessoas que realizam exercício físico intenso ou praticam algum desporto.

<< Histórico de Novidades <<